Oct. 17, 2011

Outono

Eu sei que deveria vir aqui mais vezes e a minha vergonha (ou falta dela) me permite admitir que ainda nem tiramos uma fotinha do lindo Outono que estamos tendo.

O primeiro Outono em 2009 foi um susto. Os dias estavam lindos, uma manhã tudo amarelou, de tarde nevou. Pronto. Viu o Outono? Não? Nem eu.

em 2010, deu pra ter uns dois dias de galhos amarelinhos e enfim veio a neve para terminar de derrubar as folhinhas que estavam ensaiando cair. Tirei umas duas fotos e foi isso.

Esse ano estou completamente apaixonada pelo Outono. Não, não chega a ser a minha season favorita (team summer forever!), mas sabe quando os olhos enchem de um monte de cores e a gente não sabe exatamente onde olhar primeiro? Então, esta tem sido a rotina do nosso olhar. Fora isso, o céu fica com umas cores de manhã cedo, que a gente fica tentando definir se é roxo, rosa, azul...

Em Calgary, não temos tanta maple leaf como em Montreal ou Toronto e fica aquela propaganda meio fake que no Canada, todas as folhinhas tem aquele formato. Eu sinto falta porque elas são tão bonitinhas e tão a cara do seu processo de imigração, que fica aquela sensação de que pode estar faltando alguma coisa. Mas nada que apague o brilho da minha cidade querida!

Prometo colocar alguma foto assim que tiver :) Preciso (e quero) falar de algumas descobertas que fiz durante meu curso de Recursos Humanos e que talvez possam ajudar quem está na busca pelo emprego ou apenas curioso sobre o mercado de trabalho aqui em Calgary.

See you soon (hopefully)! :)

Oct. 12, 2011

Thanksgiving

Esse ano decidi que queria agradecer à moda canadense. Fiz um peru e chamei alguns poucos amigos (aqueles que você agradece até por existirem) para jantar e tomar um vinho, celebrar o agradecimento.

Tentei procurar por receitas tradicionais, que os canadenses usam para esse tipo de festa e achei tudo muito diferente. Torta de abobora (jerimum), molho de cranberrie... Ok, pode batata gratinada e um arrozinho colorido? Muito mais legal e fácil de fazer!

Mas o peru era canadense, eu juro.




O primeiro peru a gente nunca esquece!