Sep. 12, 2010

Home sweet home

Depois de um ano vivendo com móveis doados e sem comprar muitas coisas legais para a casa porque não sabíamos se ia combinar no futuro, eis que começamos a arrumar tudo do nosso jeitinho.

O João nao se preocupa muito com coisas 'descombinando' e, pra ele, desde que o videogame funcione, os detalhes passam total desapercebido (rs). Brincadeiras a parte, durante o processo não pude muito investir na nossa casa pois teríamos que vender tudo no futuro e também porque não queriamos gastar muito dinheiro. Como casamos apenas no civil, não tinhamos aqueles presentes lindos de casamento para preencher os espacos e acabou ficando tudo meio desarrumado.

Depois que nos mudamos pra cá, sabíamos que não queriamos ficar muito tempo no primeiro apartamento que alugamos porque ele ainda não era do jeitinho que queríamos e porque no começo tudo é sempre mais dificil. A casa acaba não se tornando prioridade, apesar de termos vivido super bem no nosso primeiro lar canadense.

Agora, depois que a "pousada entrou em recesso", decidimos investir e aos poucos estamos comprando o que falta pra casa ter cara de casa. A gente anda adorando procurar coisas que sejam a nossa cara, apesar do João não curtir muito quando eu saio sem destino certo para ver se acho algum outro item.

Já, já vamos poder receber todo mundo! Se mesmo com a casa desarrumada a gente adorava que todo mundo viesse, agora vai ser muito mais legal e confortável ter nossos amigos por perto.

Sep. 2, 2010

Lerê, lerê, lerê-lerê-lerê

E esses dias eu estou mega ocupada com meus afazeres domesticos e as vezes me pego pensando se esse pessoal que esta vindo sabe no que esta se metendo! Eu sabia que nem tudo seriam flores, ja que para ter alguem que te ajude com a casa aqui no Canada, custa muito dinheiro, mas pense num trabalho que nao para, tem sempre algo para se fazer!

Claro que antes de vir, eu tambem escutava que os produtos de limpeza aqui sao mais faceis de manusear e tal, e eh verdade mesmo. Por exemplo, aqui nao tem essa de jogar agua no chao e esfregar, ate porque 1) nao tem ralo e 2) depois onde que vai jogar a agua suja? O metodo mais pratico que encontrei foi o que eles chamam de swiffer, um “rodo moderno”, que voce aperta um botao, sai o detergente e o swiffer tem um lenco embaixo que sai absorvendo a sujeira. Alem dele, tambem adoro o Windex que sempre me faz lembrar daquele filme ‘Casamento Grego’, em que a familia grega, usava ele pra absolutamente tudo. E eh assim mesmo, uso ele do piso ao teto e nao tem melhor... rs.

Eu sei que essa conversa ta muito mulherzinha, mas os homens nem pensem que aqui eles nao trabalham viu? O bom dessa facilidade toda, eh que ATE ELES sabem usar e limpar tudo. Nao tem moleza nao, porque senao a gente so faz trabalhar e ser domestica, e a qualidade de vida fica somente la na hora da entrevista do Quebec (alias, quem nao responde isso ne? rs). Eu, que nunca fui uma cozinheira muito prendada, agora fico pesquisando na internet receitas legais para se fazer. 90% das vezes elas nao dao certo de primeira e 100% das vezes Joao tem que dizer que gostou. Essa eh a regra para que eu continue tentando! Brincadeirinha, claro que muitas vezes eu erro, mas eh que muitos ingredientes nao tem o mesmo efeito aqui. Um dia, eu ganho pratica e vai sair tudo bem gostoso e no ponto.

Mas apesar desse lado chato da vida de imigrante, eh legal voce cuidar das suas coisas. Acaba que como voce quem cuida, da mais valor. Nao que eu fosse descuidada no Brasil, mas voce acaba aprendendo bastante por aqui. E se conseguir levar com bom humor, voce acaba aprendendo e se divertindo ao mesmo tempo!